O australiano Ian Thorpe apresentou nesta quinta-feira sua defesa à Autoridade de Luta ao Doping no Esporte (Asada) com a finalidade de limpar seu nome após acusações de ter utilizado substâncias proibidas durante a carreira.

Em maio de 2006, o exame antidoping do atleta teria acusado a presença de testosterona e hormônio de crescimento. Pouco depois, em novembro, Thorpe anunciou sua aposentadoria das piscinas aos 24 anos.

A acusação de doping foi feita pelo jornal francês L’Equipe após o fim da carreira do nadador. A Asada desmentiu que o exame teve resultado positivo, mas por solicitação da Federação Internacional de Natação (FINA) o caso foi reaberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *