Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 21/09/2011 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Tony Martin coroa excelente temporada com o título na prova de contrarrelógio, no Campeonato Mundial

Prólogo

Por Fernando Bittencourt

Tony Martin é o novo campeão mundial de contrarrelógio. O alemão desbancou a hegemonia de Fabian Cancellara – tetracampeão da modalidade – e teve a honra de vestir pela primeira vez a camisa arco-íris. Méritos não faltaram ao ciclista nascido na província de Cootbus. Foram nove triunfos em 2011.

De contrato assinado para defender a QuickStep na próxima temporada, Martin reforçou sua supremacia ao longo do ano. Nem mesmo a sombra de Cancellara foi capaz de inibir o sucesso do ciclista de 26 anos, que foi superior no Tour de France, em julho, e na Vuelta a España, neste mês de setembro.

Tido como imbatível em provas contra o relógio, Cancellara ficou aquém das apresentações que lhe renderam o apelido de “Spartacus” e os quatro títulos mundiais. Nem mesmo a medalha de prata foi assegurada, já que o britânico Bradley Wiggins foi mais um algoz no sonho de obter a quinta medalha de ouro.

Justificativas talvez não faltem ao suíço. Um erro incomum em uma curva à direita no final da corrida provavelmente lhe custou o segundo lugar. Cancellara chegou a parar por completo para evitar colidir com uma barreira no percurso. Apesar do esforço para recuperar o ritmo da prova, ele teve que se contentar com a terceira posição. O alemão Bert Grabsch e o australiano Jack Bobridge concluíram a prova na quarta e quinta posições, respectivamente.

Em 2011, Martin obteve os títulos da Paris-Nice e Volta de Algarve, além de terminar com a segunda posição na Volta da Romandia. Em contrapartida, Cancellara esteve distante do desempenho protagonizado no último ano, quando foi hegemônico nas clássicas da primavera e conquistou o tetracampeonato mundial. Philippe Gilbert e Tony Martin trataram de frear o ímpeto do suíço.

Classificação:

1. Tony Martin (Alemanha) 53min43s
2. Bradley Wiggins (Grã-Bretanha) 54min59s
3. Fabian Cancellara (Suíça) 55min04s
4. Bert Grabsch (Alemanha) 55min15s
5. Jack Bobridge (Austrália) 55min57s
6. Richie Porte (Austrália) 56min13s
7. David Millar (Grã-Bretanha) 56min29s
8. Lieuwe Westra (Holanda) 57min02s
9. Alexandr Dyachenko (Cazaquistão) 57min03s
10. Jakob Fuglsang (Dinamarca) 57min14s

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin