Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 09/07/2007 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Steegmans vence etapa decidida na "foto"

Quick Step faz grande trabalho e coloca os belgas Steegmans e Boonen nas duas primeiras colocações. Cancellara, líder da prova, se envolve em múltipla queda.

Por Daniel Balsa

Em trabalho grande da Quick Step, os belgas Gert Steegmans e Tom Boonen terminaram a segunda etapa do Tour de France 2007 nas duas primeiras colocações. A decisão oficial só saiu apenas depois do photo finish, com vantagem pra Steegmans.

Mesmo frustrado com o segundo lugar, Boonen desbancou o australiano Robbie McEwen, vencedor da etapa de ontem, e assumiu a líderança na classificação por pontos, ficando com a camisa verde da prova.

A etapa de hoje, disputada entre Dunquerque, na França, e Gent, na Bélgica, teve 168 quilômetros de percurso predominantemente plano, com chuva nos momentos decisivos. Durante boa parte da prova, o alemão Marcel Sieberg (Milram), o espanhol Ruben Pérez (Euskaltel) e o francês Cédric Hervé (Agritubel) se revezaram na liderança da disputa, após realizarem uma fuga. Os três só foram neutralizados faltando pouco mais de três quilômetros para a linha de chegada.

Era esperado um final massivo para etapa, entretanto, faltando pouco mais de dois quilômetros, uma queda envolvendo diversos ciclistas – entre eles, o suíço Fabian Cancellara (CSC), líder do Tour – dissolveu o pelotão principal para cerca de 30 competidores.

Apesar do acidente, Cancellara continuará com a camisa amarela, já que, de acordo com as regras da prova, os envolvidos em uma queda nos quilômetros finais terá o mesmo tempo dos outros ciclistas que estavam no mesmo pelotão, mas que continuaram na disputa.

O brasileiro Murilo Fischer (Liquigas) não se envolveu n o incidente e terminou a prova no pelotão de frente, cruzando na 20ª colocação.

A etapa de amanhã, a terceira do Tour de France 2007, será disputada entre Waregem, na Bélgica, e Compiègne, na França, mesmo ponto de chegada da Paris-Roubaix. O traçado de 236 quilômetros é o mais longo desta edição do Tour. Muitos esperavam trechos de paralelepípedos para esta etapa. Algo negado pelos organizadores. Predominantemente plano, o trajeto favorecerá aos sprinters, em chegada, provavelmente, massiva.

Classificação da 2ª etapa – Dunquerque – Gent, com 168 km:

1- Gert Steegmans (BEL/Quickstep), 3h48min22s
2- Tom Boonen (BEL/Quickstep), m. t.
3- Filippo Pozzato (ITA/Liquigas), m. t.
4- Robert Hunter (AFS/Barloworld), m. t.
5- Romain Feillu (FRA/Agritubel), m. t.
6- Robbie McEwen (AUS/Predictor), m. t.
7- Erik Zabel (ALE/Milram), m. t.
8- Heinrich Haussler (ALE/Gerolsteiner), m. t.
9- Oscar Freire (ESP/Rabobank), m. t.
10- Sébastien Chavanel (FRA/Française Des Jeux), m. t.
20- Murilo Fischer (BRA/Liquigas), m.t

CLASSIFICAÇÃO GERAL após a 2ª etapa:

1- Fabian Cancellara (SUI/CSC) 04h47min51s
2- Andreas Klöden (ALE/Astana), a 13s
3- David Millar (GBR/Saunier Duval), a 21s
4- George Hincapie (EUA/Discovery), a 23s
5- Bradley Wiggins (GBR/Cofidis), m. t.
6- Vladimir Gusev (RUS/Discovery), a 25s
7- Tom Boonen (BEL/Quickstep), a 26s
8- Vladimir Karpets (RUS/Caisse d’Epargne), m. t.,
9- Thor Hushovd (NOR/Crédit Agricole), a 29s
10- Alexander Vinokourov (CAZ/Astana), a 30s
103- Murilo Fischer (BRA/Liquigas), 58s

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin