Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 14/09/2013 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Perfil Zonaalvo – Desafio dos 50

Você já pensou em completar 50km correndo? E o que você acha de fazer isso em 50 dias? E se fosse aos 50 anos de idade?
Pois é. O Joaquim Alencar se propôs a tal façanha…

Joaquim: ele simplesmente não parou de correr.

Joaquim: ele simplesmente não parou de correr.

Por quê começou esse desafio?
Houve na semana do dia 15/7 uma proposta lançada para alguns atletas da Zonaalvo, era uma meta de quilometragem naquela semana. Quando acabou a semana, Joaquim tinha feito a mais que essa meta e acabou tendo a ideia de aumentar o desafio: fazer uma maratona por dia. Alguns dias depois, resolveu que podia manter uma média 50km/dia nos próximo dias e chegar aos 50 dias. 50 é também a idade que ele completou esse ano, no dia 3 de julho. Uma forma especial de celebrar. E no dia 3 de setembro, o desafio foi completo com 2759km feitos em 270 horas e 27 minutos dos 50 dias anteriores [“entre asfaltos, calçadas, concretos, gramas, trilhas, piçarras, dunas, serras, pedras”, segundo ele] .
Pedimos para que ele mesmo relatasse a experiência que ele teve e o que se pode tirar para a vida. Nas linhas abaixo, observe a perspectiva dele sobre a corrida.

Desafio dos 50 ( idade, dias e kms)
Por Joaquim Alencar

Correr!…

Sentir as passadas… Sentir a brisa… O vento… Gostar do calor!… Concentrar na perna e na forma que o impacto do solo recebe o seu peso… Na condição que o seu pé gira… E na volta que a sua plataforma inteira bate no chão… Tentar buscar o conforto… Tornar confortável… Assumir o prazer… Se deleitar na sequência e na conseqüência de um passo… E na incansável busca do próximo…
E quando chove?…
Que dádiva!… Olhar para cima… Deixar a água escorrer pelo corpo… Molhar o cabelo… Descer pela cabeça… Sentir como o formato do rosto ajuda e define o caminho que a água deve descer… Tão bom quando chega aos lábios… A respiração deixa alguns pingos saírem e outros entrarem na boca… Por onde passa deixa a sensação de renovação… O corpo vai diminuindo gradativamente a temperatura… Os pés encharcados… E a pisada mais firme… Mais longa…
Curtir!… Sentir tudo!… Ou o que puder buscar nas sensações!… Tudo é válido!… Sentir e absorver a experiência nova… O que vai surgindo no meu presente… Já não é mais o futuro… E, rapidamente, tornou-se passado…
Longas horas… Longos momentos… Horários diferenciados… O pedido e desejo de proteção… E a recompensa de ser atendido… A gratidão sempre silenciosa e íntima… Trabalho incessante aos acontecimentos diários… A amplitude da visão… O aumento da percepção… A gratidão de completar cada um… Cada dia… Um novo dia… Alimentação farta… Alimentação boa… Simples… Prática… E bem absorvida…
Conhecer-me mais… Trazer-me mais simples e prático em tudo… Levar isso à vida e a sua continuidade…
Os cumprimentos… As frases… ”Olá amigo!”… ”Bom dia!”… “Boa tarde!”… “Boa noite!”… Ao aceno que recebo simultaneamente ao que devolvo… Ao carinho da palavra amiga… Ao sorriso simples e bonito que percebo em pessoas conhecidas… Ao sustento que isso me dá ao que buscava!… Ao meu pedido de desculpas por atrapalhar alguém, ciclista ou pedestre, e que não percebi pela música que escutava… Isso tudo é muito bom!… Ao aperto de mãos que recebo e dou… A preocupação, e o carinho que também percebo nas perguntas: “Está bem?”, ou “Está precisando de algo?”… Ao tipo de conversação rápida, já que o trânsito flui e continua a fluir sem poder parar… Aos momentos de conversas mais longas… Ao conhecer novas pessoas… A casualidade na apresentação de um novo colega… Futuro amigo, ou até, direto amigo!… A troca de objetivos… A paciência ao me acompanhar de bicicleta no meu ritmo mais baixo e menos veloz… Ao respeito por todos!…

Absorver o ar… Diminuir ou aumentar a intensidade… Praticar o ato da repetição seja a quantidade que for… Buscar auxílio na absorção de água… Degustar alguma coisa… Sentir o alimento e a forma que o organismo o recebe… Mastigar com prazer… E intensidade!…
Procurar maneiras e alternativas boas para estar saudável… Hábitos bons… Rotinas apropriadas… Alimentação… Trabalho… Convívio… Aprender que o tempo passa… Os dias avançam… Deixar o tempo passar… Criar objetivos que possam me ajudar como ser humano… Deixar o envelhecimento chegar…
A natureza!… Simples como é e deve ser! E por isso, particularmente bela!… Bela e simples!… Simples e bela!… As dunas… O silêncio… Somente o vento e o seu som… Ruído?… Nada disso!… É melhor definir tudo como som!… E som do natural!… Pouco ou nenhum movimento estranho… Não há o que temer!… Bons espíritos ao redor… Isso tudo me deixa feliz!… Enriquece os meus conceitos… Ajuda nos meus valores…
Aprendo o respeito pela natureza… Sejam nos matos… Sejam nas Dunas… Sejam nas trilhas… Sejam nas pedras… Pedir licença da minha invasão ao ambiente… A imponência dela requer isso… Humildade é sempre necessário e se trabalha muito em todos os sentidos… E é esse o respeito que dedico e tenho por sua consistência como natureza… Sua exuberância… É gratificante entrar como intruso e conviver por algum tempo, mas sempre de forma harmoniosa!… Não precisa estragar!… Ela, a natureza, não está lá para isso!… Ela ficará lá e eu tenho uma oportunidade de deixar uma marca, de simplicidade e respeito, como parte do meu cartão de apresentação… Desta forma, a minha presença ao ambiente, através deste respeito que eu dedico, também me permite sentir a reciprocidade do afeto, e a permissão de um próximo retorno… Sinto-me recompensado por perceber do ambiente este aceite… É bom e se torna permanente!… Derrubar folhas à toa… Cortar galhos à toa… Sempre buscar uma alternativa mais sensível… Arrancar sem necessidade não trás riqueza ao meu espírito… Não preciso disso!… Não vale a pena para mim!… Não preciso estragar!… Não preciso sujar!… Não me faz bem ou me deixa feliz!…
O encontro com coisas que não gostaria de encontrar… Alguns sentimentos desagradáveis eu, também, pude vivenciar… A realidade da quantidade de lixo encontrada na natureza ( dunas ou trilhas, e lagos e rios…)… Não há necessidade disso… Coloca-me um enorme desafio… Algo a ser superado!… A buscar e procurar ser vencido!… Uma mudança e maior conscientização de todos!… Evitem sujeiras humanas ao usar lugares no meio da natureza!… Não precisamos disso!… A sociedade precisa praticar uma cultura social mais adequada… E todos os seus integrantes possuem uma responsabilidade individual enorme para a melhoria definitiva!… Em lugares de difícil acesso, e isso principalmente pude perceber nos finais de semana, mostraram-me que eram pessoas com uma plenitude física de condicionamento, mas não estavam tratando com o devido respeito exigido ao local… Um apelo: seja para o seu próximo uso, ou para a utilização de outros também!… Usem e mantenham para um próximo bom uso!… Será uma tarefa difícil?… Não sei… Não me importo!… Mas já é um tema abordado mais que inúmeras vezes!… Mas não devo desistir deste papel individual de tentar, e continuar tentando, em todos os sentidos para que todos evitem lixos em locais inapropriados!… Sempre fazer a minha parte da melhor maneira…
Aprendi, ao longo da vida, a manter meu espírito direcionado em bons propósitos, já que ele me recompensa e me deixa apto as realizações dos meus desejos, sonhos ou objetivos… Ele, assim, me faz manter e resistir!… Estar alegre comigo mesmo!… Ele me faz perdurar quando busco as sensações as quais eu me coloco… Ajuda meu corpo… Auxilia minha mente… Acaba me deixando leve… Ele se ( ou eu me…) torna útil, como um elemento que fornece algo mais…
A felicidade de poder chegar ao último dia… E de poder completar com saúde… Feliz em estar bem, sem nenhuma lesão… Com o corpo e mente, além do espírito em paz… Lembranças de um crédito deixado… Um relaxamento natural pela concentração ao longo do período… E um agradecimento profundo e afetuoso pela oportunidade que me foi dada de vivenciar esta experiência…
O que falar do que se gosta? Apenas deixo acima algumas pequenas e breves lembranças ou citações dos momentos… As fotos ficam registradas na memória… São exuberantes! Principalmente as paisagens… Já voltei a revê-las!… Feliz pelo reencontro e me admirando novamente das belezas que os meus olhos enxergam… Recordações que levo e levarei para outras coisas da minha vida, e que o próprio destino incluirá aos diversos cenários… Ao meu trabalho, que também adoro!… A minha rotina caseira dentro das atividades… Ao convívio familiar… Ao convívio dos amigos… Ao convívio profissional… A forma como lido com as situações pelo lado pessoal… Ao meu filhote de quatro patas… Enfim, a minha vida como um todo!
Agora, tenho algo que deixei para colocar ao final do texto, pois fica mais fácil guardar na memória por todos que lerem, e está intrínseco nas palavras acima. Eu também acredito! E, por isso, fico mais a vontade para escrever:
Busquem o que gostam, não existe nada que não exija parcela de direcionamento e vontade. Mas não existem segredos ou fórmulas mágicas. Todo mundo pode! Tudo pode fazer-se acontecer!… Torna-se prazeroso!… E a simplicidade trabalha a boa consistência de qualquer realização!… Acreditem nisso!… Tudo é válido por uma escolha de caminho do bem, seja qual for! Na atividade física, também não se foge desta regra. Através do gostar, redefinido como o poder ao ato da vontade, todos possuem os seus desafios e merecem muito respeito por isso. Ninguém é mais do que ninguém!… Todos são bons!… Para mim, é dignificante saber e ouvir os novos desafios de cada um, independente qual seja. Fico muito feliz e, ao meu modo discreto, também permaneço na torcida ( e muita!)… Pois para cada um sei que tenho… E uso… As escolhas de bons caminhos… E podem ter certeza, que neste uso, tenho a resistência para persistir… E resistir… Pois, verdadeiramente, acredito no seu sonho também!…
Aos seus sonhos e objetivos de vida… Busquem… Estejam… Permaneçam… E acreditem que dará certo e acontecerá, com o uso ( sempre e contínuo) do melhor caminho… Em muitos casos, quando não tenho oportunidade de desejar por escrito ou pessoalmente a cada um, saibam que deixo transmitido através do meu pensamento!…
A todos: Tenham alguma atividade física!… Para o seu bem estar!… Para o bem estar da sua família!… Noivos ( as)… Namorados ( as)… E dos seus amigos!… Todos gostam de vê-lo bem! E para isso, não há regra: Quem gosta de dançar, que faça da dança um prazer ricamente desfrutado!… Quem gosta de caminhar, caminhe!… Quem gosta de correr, que corra!… Quem gosta de pedalar, que pedale! Quem gosta de nadar, que nade!… Quem gosta de endurance, faça endurance!… Não é ( e não há…) nenhuma loucura em nenhuma destas atividades! Quem gosta de triathlon, faça ou comece, e aos poucos vá adquirindo experiência na prática!… Ironman é um desafio, com respeito e dignidade, para ser conquistado… Mas é possível sim! Você pode torná-lo possível sim!… Ou tornar possível o que você gosta de fazer! Todas são atividades diferentes, ou até complementares, mas todas são respeitadas, pois trazem felicidade ou adicionam melhorias à feliz vida que cada indivíduo pode e deve ter!
Optar por caminhos bons… Tornar-se sempre um ser humano melhor… A você mesmo!… Ao próximo… Ou a sociedade… Os exemplos estão aí para todos buscarem e acreditarem que podem… Pois os benefícios serão enormes neste posicionamento individual que se assume pelo bem e para o bem, e isso, sem nunca precisar ocupar lugares indevidos, pois o seu lugar é seu e faz parte do seu destino… Sempre fez e fará no futuro que for!…
Boa sorte nas decisões, e sucesso hoje e sempre! Luz e iluminação ao caminho! E ao que eu puder ajudar ou ser útil, estarei presente! Um abraço e um beijo a todos e muito obrigado pelo carinho de sempre! Meu desejo de não ter sido muito extensivo e cansativo nas palavras, e que possam aproveitá-las à melhor maneira, satisfazendo-me na intenção de contribuir para uma leitura agradável.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin