Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 13/10/2008 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Meia maratona do Rio reúne 15 mil pessoas

Direto do Rio de Janeiro – 15 mil pessoas participaram da Meia Maratona do Rio de Janeiro realizada nesse domingo (12) na capital carioca. Em paralelo ao evento também aconteceu o Mundial de Meia Maratona da IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo). Apesar de serem duas provas distintas, usando apenas o mesmo percurso, os brasileiros inscritos no mundial também podiam brigar pelo pódio da Meia do Rio.

A largada da prova foi dada na praia de São Conrado às 9h15. Já a chegada foi feita no Aterro do Flamengo. O primeiro atleta que completou a competição, foi Marílson Gomes dos Santos com o tempo de 1h03min14. Ele foi o oitavo colocado no Mundial, mas o primeiro brasileiro da prova, o que validou sua vitória.

“Foi uma prova forte. Mas fiquei feliz com minha colocação. No ano passado na meia eu estava muito bem preparado e fui o sétimo colocado com a quebra do recorde sul-americano da modalidade. Esse ano eu fiquei na oitava colocação e não estava tão bem preparado como no ano passado”, conta.

De acordo com o atleta, depois da maratona olímpica de Pequim, ele teve que parar com o ritmo forte de treinos para descansar. “Agora quero pensar nas próximas provas. Eu recebi o convite de Nova York novamente. Vamos ver se até lá eu consigo melhorar mais um pouco para brigar pelo título”, revela Marílson que já venceu a Maratona de Nova York em 2006.

Entre as mulheres Maria Zeferina Baldaia foi a melhor brasileira da prova. Assim como Marílson, ela também garantiu a vitória da Meia do Rio. Com o tempo de 1h13min42, a atleta ficou feliz com o resultado. “A prova foi ótima em todos os quesitos. Alto nível de atletas, clima maravilhoso, percurso muito bom”, conta.

De acordo com a maratonista, a presença de atletas de outros países aumentou a competitividade da prova. “Correr ao lado de excelentes atletas é ótimo. Isso porque, se a gente não ganha, pelo menos consegue abaixar o tempo, melhorar a marca e a colocação. E ter essa oportunidade em casa é melhor ainda.”

Amadores – Mas não foi só de estrelas que a Meia do Rio foi composta. Segundo os organizadores da prova, a competição contou com atletas de todos os estados brasileiros. E foram os amadores que transformaram o evento numa verdadeira festa esportiva.

Esse clima foi o responsável por incentivar atletas de primeira viagem, que nunca haviam participado da prova, a se arriscar. É o caso de Ilécio de Miranda Lima. Aos 46 anos ele encarou pela primeira vez 21 quilômetros.

“A prova é um espetáculo. Muito bonita. Ainda mais para mim que consegui completar todo percurso”, conta o esportista que corre a menos de dois anos. Porém, para ele o horário da largada deveria ser outro. “Eu e meus colegas achamos que o horário é muito avançado e acaba ficando muito quente na hora da prova. Poderia ser mais cedo”.

A carioca Elenice Ferreira também correu uma meia pela primeira vez e gostou. “Fiquei feliz por ter completado. O percurso da prova é muito lindo. O final da prova foi um pouco chato porque a gente passa do lado da chegada e ainda tem alguns quilômetros pela frente para depois voltar e completar a prova. Isso desanima um pouco. Mas a beleza do percurso compensa”.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin