Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 05/04/2009 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Equipamentos: o que devemos ou não comprar?

É preciso fazer a pergunta – qual o objetivo deste investimento? Não se deve comprar sem saber se servirá para o seu nível e o tipo de prova que disputará

Antes de tudo temos que nos fazer a seguinte pergunta, qual o objetivo deste investimento? Sabemos que a maioria dos bons equipamentos de competição, além da boa qualidade, são de custo elevado, portanto não podemos sair por aí comprando rodas, capacetes, etc, sem saber se para o tipo de prova, e se para seu nível de competitividade irá servir.

Vamos começar abordando a natação. Os atuais fastskin,  point zero, além das famosas roupas de borracha são itens importantes, mas devemos nos ater ao seguinte:

– Alguns organizadores mantém em suas regras que o uso de roupas na etapa da natação (exceto as de borracha), também deverá ser utilizada nas etapas de ciclismo e corrida,
– Nas etapas oficiais da confederação Brasileira e mundiais, faz-se necessário o uso de macaquinho padronizado; 

 Com relação ao ciclismo, temos bicicletas e capacetes aerodinâmicos, clippers e diversos tipos de rodas.

Começando pelas bicicletas; temos as road (estradeiras) e time trail (TT), muito utilizadas hoje pela maioria dos atletas. As TT, deixam o atleta em uma posição mais aerodinâmica, mas para se obter uma dessas, temos que tomar o seguinte cuidado. Primeiro, se será sua primeira bicicleta, eu aconselho a começar por uma road, segundo, verificar sua flexibilidade.

Com um bom bike fit, a road se mostrará eficaz também em suas provas.

O capacete aerodinâmico é um item interessante e de baixo custo, mas é preciso cuidado; pois você acaba forçando sua cervical, sua ponta fica muitas vezes raspando em suas costas, e há ainda excessivo barulho do vento. Alguns modelos possuem uma ventilação maior que outros.

Com relação às rodas, há vários modelos de várias marcas. Muita atenção aos perfis de cada roda. Se a competição ocorrer em lugares com muito vento lateral e muitos retornos, inclua perfis até 6 cm. Se não houver vento pode-se utilizar as famosas fechadas, que são um pouco mais pesadas, e precisa-se de mais força para utilizá-las. Ainda temos também as de 3 ou 4 raios, estes de carbono, que são muito versáteis.

Outro fator muito importante é o perfil do pneu. Para competição eu sugiro até 20mm, com calibragem entre 150 e 220psi, quanto mais alta a calibragem, mais caro.

Tanto para rodas como pneus, o que vale é o tipo de competição e seu bolso, pois para se ter uma quantidae maior de rodas, será necessário vários reais. Se quiser ter apenas um par, dê preferência a de perfil 4 ou 6cm, podendo utilizá-la em qualquer ocasião.

Chegamos à corrida. Vamos aqui comentar apenas os tênis. Vários modelos também de diversas marcas, muitos apropriados para o triathlon, ou seja, para que você faça uma transição rápida. A maioria são de pisada neutra, portanto se você é supinador ou pronador severo, utilize os modelos apropriados para a sua pisada.

Demos uma pincelada rápida nas três modalidades, mas o que sugiro é o bom senso, e que os equipamentos deverão vir depois de um bom treinamento.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin