Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 10/06/2009 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Conheça o alongamento que elimina as dores do pós-prova

Já pensou em completar uma maratona ou até mesmo um ironman e no dia seguinte não sentir dor muscular? Hoje isso já é possível através do alongamento AIS (act isolated stretching). A personal trainer Laís Araújo trouxe o método para o Brasil depois que conheceu o alongamento nos Estados Unidos.

“Eu conheci o AIS depois da minha segunda Maratona de Nova York. No dia seguinte da maratona a gente fica cheio de dor, mal consegue descer a escada. Eu fiz o alongamento após a maratona incentivada por alguns amigos americanos e no dia seguinte eu estava andando normal. As pessoas não acreditavam que eu havia completado a maratona”, conta.

De acordo com a personal, o AIS é um método que alonga a musculatura e libera a fáscia (tecido conectivo) através de movimentos isolados é rápidos, cada repetição dura cerca de dois segundos. Com isso é possível aumentar a oxigenação dos músculos e o fluxo sangüíneo, além de aumentar a amplitude do movimento e diminuir a quantidade de ácido lático do corpo.

Cada seção do AIS dura em média uma hora e os profissionais trabalham todos os músculos do corpo. Porém, aqueles mais utilizados ganham um maior foco. “Se eu vou alongar um corredor, priorizo a parte inferior do corpo como quadris e pernas. Já se for um tenista, por exemplo, vamos priorizar braços, tronco, pescoço”, conta Laís.

Segundo a personal, o ideal é fazer o AIS três vezes por semana, de preferência, depois dos treinos. Mas com a correria do dia a dia isso nem sempre é possível. “Para os corredores é interessante fazer o alongamento pelo menos após os treinos de velocidade. Assim o atleta vai executar o treino longo da semana com os músculos mais alongados e pode alcançar uma melhor performance”.

Além de Laís, a personal trainer Thais Reis também aplica o método aqui no Brasil. “O AIS não pode ser feito por qualquer pessoa. O alongamento deve ser feito numa maca, com o atleta totalmente deitado. É muito difícil a pessoa fazer esse tipo de alongamento nela mesma”, revela Thais. Ela também lembra que para aplicar o AIS é preciso fazer um curso específico com o criador do AIS nos Estados Unidos.

Onde encontrar:
Spa Amaranthe
www.amarynthe.com.br

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin