Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 08/02/2009 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Brasileiros dominam Triathlon Internacional de Santos

Na manhã deste domingo aconteceu a 18ª edição do Triathlon Internacional de Santos, competição de 1,5 quilômetros de natação, 40 de ciclismo e 10 de corrida. Os brasileiros fizeram bonito e conquistaram os cinco primeiros lugares do pódio, tanto entre os homens quanto entre as mulheres. Reinaldo Colucci e Carla Moreno foram os campeões.

O dia amanheceu com tempo encoberto, mas abafado, com umidade relativa do ar na casa dos 88% e às 7h os termômetros da Avenida da Praia em Santos registravam 26°C. A largada da prova, assim como as áreas de transição e chegada aconteceu na Praia do Boqueirão.

O tiro de partida para os profissionais foi dado às 8h e a briga prometia ser intensa, já que estavam presentes os melhores atletas brasileiros da atualidade. Na primeira volta da natação Paulo Miyashiro, o Shiro, foi o primeiro, tendo em seu encalço o francês Benjamin Sanson, situação que se repetiu também na transição para o trecho de ciclismo.

Logo em seguida vieram Bruno Matheus, Reinaldo Colucci, Igor Amorelli e Juraci Moreira num grande pelotão. No trecho de ciclismo Colucci mostrou toda a sua força e, após o retorno na Rodovia Anchieta acelerou o máximo que conseguiu para abrir vantagem em relação aos adversários.

Na última transição ele saiu para a corrida em primeiro, foi seguido por Benjamin Sanson logo em seguida e, algum tempo depois, Shiro apareceu trazendo com ele o pelotão. Colucci, que é natural de Descalvado (SP) apenas manteve a vantagem no fim da prova e cruzou a linha de chegada em primeiro com o tempo de 1h45min34 e ainda quebrou o recorde do percurso, de 1h46min31, obtido em 2000 por Oscar Galindez. O vice ficou com Shiro, o terceiro com Fábio Carvalho e o quarto lugar com Igor Amorelli. Juraci Moreira foi o quinto.

Impressões – “Vencer o Shiro e o Fabinho na casa deles sem dúvida tem um gostinho a mais”, relata o campeão. “Tive a felicidade de encaixar tudo perfeito e nos detalhes consegui abrir a diferença. Agora nesses primeiros seis meses vou me preparar para o Ironman Brasil e, se eu me classificar, vou para o Havaí em outubro”, completa o competidor que já havia conquistado um vice e um terceiro lugar na prova. Como preparação para a prova longa, ele disputará o Ironman da Malásia no próximo dia 28.

Já Miyashiro, que deixou escapar o tricampeonato (ele venceu em 2007 e 2008), se mostrou um tanto quanto conformado com o resultado. “Faz parte, triathlon não é igual ao futebol, o segundo lugar é valorizado, vamos ver se ano que vem recupero esse título”. Segundo o atleta, que marcou 1h46min39, essa prova tem um valor especial, já que o público sempre comparece para incentivar. Na temporada 2009, ele vai se dedicar às provas do Troféu Brasil e algumas internacionais.

Fabinho precisou de 1h47min15 para cruzar a linha de chegada e comenta que foi uma competição com nível técnico muito alto. “O Reinaldo mereceu, foi o melhor nas três disciplinas. Foi muito legal, com disputas de posições do começo ao fim”. Juraci, que integrou a delegação brasileira do Fast Triathlon no último dia primeiro junto com Shiro e Fabinho, relata que sentiu um pouco o cansaço.

“Os meus músculos ainda estava quebrados essa semana. Semana que vem eu tenho o Sesc Triathlon em Caiobá (PR), no meu estado, então como percebi que não iria ganhar, reduzi um pouco o ritmo para me poupar”. Esse ano ele se focará nas provas de distância olímpica no Brasil, já que pretende disputar a Olimpíada de 2012 em Londres.

Mulheres

Na prova feminina o duelo brasileiro entre Carla Moreno e Mariana Ohata foi o grande destaque durante toda a competição. Na primeira perna da natação Mariana saiu na frente, seguida por Carla Moreno e Fernanda Garcia, mas na transição para o ciclismo Carla começou a impor seu ritmo. Ela saiu na frente mais uma vez no trecho de corrida, tendo Mariana numa distância segura e deixando a briga pela terceira e quarta posições com Fernanda e Vanessa Gianinni.

As duas chegaram a brigar pela posição em alguns momentos, mas no final Carla cruzou em primeiro com 2h02min36 para conquistar seu quarto título do Triathlon Internacional. “Eu venho me dedicando desde o ano passado em iniciar uma temporada boa, então acho que meus treinadores e minha equipe multidisciplinar estão fazendo um ótimo trabalho”, ressalta. Ano passado a prova teve a primeira dobradinha verde e amarela da história e esse ano o pódio foi inteiramente nacional. “Nós não estamos dando chance para os gringos”, brinca. Esse ano ela vai mais uma vez disputar o Ironman Brasil, com o intuito de chegar até o final.

Já Mariana Ohata se diz contente com o resultado, pois ainda se recupera de uma lesão que acompanha há dois anos, uma tendinite na coxa esquerda e três fraturas por estresse no pé. “Decidi vir para o Internacional de última hora, sabia que haveria uma disputa com a Carla, mas estou feliz com o que eu fiz, me superei. A Carla é uma excelente corredora, tenho que tirar o chapéu para ela”. Assim como a rival, ela também pretende disputar o Ironman Brasil. Ela fechou com o tempo de 2h05min08.

Vanessa, terceira colocada com 2h07min19, fez uma prova de recuperação, já que saiu da água na quarta colocação e se recuperou já no trecho de ciclismo. “Depois da primeira bóia um atleta me fechou e eu me atrapalhei. Mas faz parte, dei o meu máximo e o terceiro lugar está ótimo. Quem também estava feliz era Fernanda, que marcou 2h08min56. “Cheguei para disputar junto com a Vanessa, mas ela tem uma corrida muito forte”, relata a simpática e carismática atleta. “Agora vou me dedicar as provas olímpicas, como o Troféu Brasil e vou estrear no Meio Ironman da Praia Grande”, finaliza.

O Internacional de Santos teve participação de aproximadamente 1.200 competidores, entre brasileiros e estrangeiros. A 19 ª edição está marcada para o dia 28 de fevereiro de 2010.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin