Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 26/11/2010 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Atletas precisam de cuidados extras com o sol

Os estudos e pesquisas no campo da proteção solar começaram por volta de 1950, mas somente nos últimos anos houve a conscientização da necessidade de proteger-se da radiação solar. Os agentes fotoprotetores dividem-se em  naturais, físicos, filtros solares e antioxidantes.

Os fotoprotetores naturais, incluindo a camada de ozônio, as nuvens, os poluentes e a neblina dispersam os raios solares e  servem como barreira para o UVC e uma parte do UVB. A neve, o gelo, areia branca, vidro e metal refletem 85% de UVB atingindo a pele em grande quantidade. Um vidro de 3mm deixa passar aproximadamente 70% dos raios UVA, por isso devemos nos proteger mesmo dentro de veículos automotivos e se possível utilizar insulfilm para bloquear UVA, UVB, e luz visível.

Os agentes físicos como roupas, chapéus e bonés são excelentes fotoprotetores principalmente para UVB. Atualmente já existem confecções de roupas e artigos esportivos especializados em proteção solar, medida através do FPU (fator de proteção ultravioleta). Sua eficácia está relacionada com a trama, espessura e cor dos tecidos utilizados. Alguns tecidos ainda têm suas fibras tratadas com dióxido de titânio que é uma substância utilizada para conter a radiação solar. Quanto mais escuro o tecido e mais apertada a roupa, maior a proteção solar!

Os óculos protegem a pele da região periocular, porém, as lentes claras filtram apenas UVB. Os óculos com lentes escuras filtram UVB e UVA. Os filtros solares tópicos (cremes) são agentes que absorvem, refletem ou dispersam a radiação solar ultravioleta e a luz visível. São compostos por substâncias ativas e por um veículo que pode ser gel, gel creme, loção ou creme.

O filtro solar ideal deve ser um “bloqueador solar de amplo espectro”, ou seja, deve apresentar proteção tanto para o raio ultravioleta B (medido pelo FPS) como para o ultravioleta A (medido pelo PPD).

O FPS presente nos filtros solares indica quanto tempo uma pessoa pode ficar exposta sem se queimar. Ao aplicar um FPS 15 sua pele estará 15x mais protegida do sol do que se não estivesse com o filtro protetor.

Atenção: Ao utilizar um protetor solar FPS 90 ou FPS 100 podemos ter a falsa sensação de 100% de proteção solar. Na verdade o FPS 90 ou FPS 100 indicaria 98% de proteção contra UVB. A proteção UVA deve ser pesquisada com outras informações no rótulo do produto. Vale lembrar que tanto o UVA quanto UVB são responsáveis por envelhecimento precoce, manchas escuras e câncer de pele.

Todas as pessoas devem utilizar protetor solar diariamente independente do seu tipo de pele. Para as peles mais claras um FPS 30 com PPD de no mínimo 10 e nas peles mais morenas o FPS 15 para uso diário é suficiente.

Os atletas que treinam durante o dia devem preferir os horários antes das 10h e após às 15h e devem utilizar protetores específicos para esporte. Algumas opções de filtro solar para esportistas oferecem um alto FPS e alto PPD, maior resistência à transpiração, baixa irritabilidade ao entrar em contato com os olhos e fácil aplicação (emulsões).

Os atletas não devem esquecer de proteger a nuca, orelhas e lábio inferior que são locais muito suscetíveis de desenvolvimento de câncer de pele.

Outro fator importante a ser mencionado é a quantidade de protetor a ser aplicada. Um adulto com superfície corporal de 1,70m² e 60 kg a 70 kg necessita de aproximadamente 35 ml de protetor para cobrir o corpo inteiro:

– Rosto e pescoço = 1 colher de chá
– Tronco = 1 colher de sopa para frente e outra para trás
– Braços = 1 colher de sopa para ambos
– Pernas = 1 colher de sopa para ambos.

O protetor deve ser aplicado 15 a 20 minutos antes do treino ou da exposição solar, pois é o tempo que leva para ser absorvido. Durante exposição solar intensa o protetor deve ser reaplicado a cada 2 horas.

Proteção Solar Via Oral
As vitaminas C e E (tocoferol) e o betacaroteno diminuem os efeitos oxidantes e reduzem a reação de queimadura solar, mas oferecem fator de proteção ultravioleta baixo.

O polypodium leucotomos é uma planta com efeito antioxidante, antiinflamatório e fotoprotetor. Os estudos mostram que a utilização via oral reduz os danos causados pelo raio ultravioleta na célula e preserva os fibroblastos que são células responsáveis pela produção de colágeno.

Os atletas devem portanto proteger-se do sol durante o ano todo, a qualquer hora do dia, através de roupas e bonés com proteção solar, produtos de uso tópico adequado para suas atividades e complementar a proteção com vitaminas C, E, Betacaroteno e Polypodium leucotomos nos meses de verão.

Ativo.com

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin