Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 16/05/2007 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Aos 43 Keller nem pensa em parar e corre Ironman

Com 43 anos de idade Fernanda Keller, o principal nome brasileiro em competições de Ironman não quer saber de aposentadoria. A “atleta de ferro” se prepara para mais uma edição do Ironman Brasil, em Florianópolis (SC) no dia 27 de maio, onde busca fazer o melhor possível, mas sem pensar em título ou qualquer resultado.

“Eu odeio expectativa sobre colocação. A expectativa é sempre fazer o melhor possível no dia”, conta. Desde o ano passado, após a prova onde obteve a quinta colocação, ela vem treinando com o fisiologista Paulo Figueiredo e com Jorge Lourenço, do Flamengo, na parte de natação.

Para encarar os 3,8 quilômetros de natação; 180 de ciclismo e 42.195 de corrida ela se dedica praticamente em tempo integral aos treinamentos. “Chego a treinar até oito horas por dia entre os longos, a natação e musculação”, ressalta a carioca. “Semanalmente faço cerca de 25 quilômetros de natação, 400 a 500 de bike e entre 80 e 90 de corrida”, completa.

Percurso: Ao ser perguntada sobre qual modalidade prefere, Keller é enfática ao dizer que gosta das três, mas confessa que se dá melhor na corrida e no ciclismo, geralmente os trechos em que ela leva a melhor sobre as adversárias. Competindo em provas dessa modalidade desde 1987, ela comenta um pouco sobre o percurso da Ilha da Magia.

Os competidores largam para a primeira perna, a de natação e, segundo a atleta, geralmente o início é tranqüilo apesar das cerca de 1.000 pessoas que se amontoam na praia. “Não tem nenhum grande obstáculo, a não ser a ansiedade e nervosismo que acontece com qualquer pessoa e que é normal”, ressalta.

“A natação em Floripa tem um nível moderado, depende do dia e da correnteza. Até hoje a natação não foi ainda o ideal em termos de percurso e espero q esse ano dê tudo certo”. Ano passado houve uma pequena confusão segundo ela, já que inicialmente os atletas deveriam fazer o retorno no barco da organização, mas na última hora mudaram o trajeto. “Espero que esse ano o percurso seja bem definido para que as pessoas não se percam”.

Mais percurso – Já o trecho de ciclismo ela diz que não tem um nível técnico muito alto, o que permite um bom tempo. “A bike é um trecho relativamente rápido, depende muito como estiver o vento. Apenas na segunda volta tem uma subida que você sente um pouco mais”.

Por fim chega a parte de corrida, onde geralmente há diversas disputas por posições e onde também o público está mais perto dos atletas. Apesar disso, Fernanda diz que não gosta muito dessa perna. “A maratona eu acho um percurso muito ruim, pois detesto dar várias volta no mesmo lugar”, comenta. “As pessoas nunca sabem quem está em primeiro e segundo e só vêem um monte de gente no mesmo lugar. Gostava mais quando era uma volta completa”, finaliza.

O Ironman Brasil terá largada a partir das 7h em Florianópolis e o Webrun fará a cobertura completa do evento direto da Ilha da Magia.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin