Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 21/08/2010 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

A relação da potência no Ciclismo e Bike Fit

Assim como todo apaixonado por bike faz, um bom profissional de Bike Fit deve estar sempre se reciclando e acompanhando as evoluções tecnológicas dos materiais e as geometrias que envolvem selins, pedais, quadros, suspensões entre outros equipamentos que cercam o ciclista. E todos que são apaixonados por bike querem sempre aumentar seu desempenho. Hoje, fala-se muito em potência, acompanhe quais fatores são primordiais nessa evolução.

No que o bike fit poderá ajudar na sua potência?

Primeiramente, o bike fit deve ser realizado quando se troca de equipamento, muda-se o objetivo do pedal ou a própria evolução do ciclista como sua flexibilidade, aumento de performance, objetivos, dores/desconforto entre outros fatores que devem ser levados em conta na hora de ajustar a bike para o ciclista. Uma vez que temos um ajuste com foco no conforto, consequentemente haverá uma performance maior, pois não terá dores e haverá um equilíbrio de forças.

Conforto

Essencial na hora de pedalar, principalmente quando se fala em provas ou treinos acima de 90-100km. Exceção quando se trata de um profissional que pedalará por um tempo menor e estará pensando somente naquela posição aerodinâmica e extremamente agressiva. Infelizmente nem todas as vezes que temos uma bike muito “agressiva” em posicionamento, temos uma postura confortável, podemos até ter, mas pode levar um certo tempo para adaptação. Lembre-se que não porque seu amigo ou o profissional que você admira usa aquele avanço lá embaixo e longo que você deverá usar.

Posicionamento

Ele é pessoal e dependerá mais do ciclista do que do Bike Fit em si. Para que se aumente o desempenho e consecutivamente a potência, o ciclista deve estar com a flexibilidade boa, técnica da pedalada, peso dentro dos limiares e muita vontade de fazer força.

Pedais

Hoje os pedais seguem a evolução de qualquer outro material relacionado a bike. Temos opções que corrigem diferença entre tamanho de pernas, posição anatômica dos pés assim como o posicionamento dos joelhos que é fundamental para que se possa ter um bom alinhamento articular levando toda a força muscular em uma linha perfeita de maneira que não haja desperdício desta força e ela seja direcionada totalmente aos pedais e consequentemente a corrente e assim rodas e velocidade.

Sapatilhas

Do que adianta ter um bike cara, pedais de carbono com ajustes, técnica perfeita, mas uma sapatilha sem uma boa ergonomia, antiga e com folga. Lembre que toda a força que você irá passar para a sapatilha não pode ser desperdiçada na mesma, e esta não pode deixa-lo com desconforto como formigamento ou uma sapatilha que parece que vai sempre sair do seu pé.

Bike fit/ treinamento – O Principal de todos!

De que adianta ter tudo o que foi relacionado acima em ordem se você não tem um bom ajuste dos mesmos, assim como se não tem alguém que o acompanhe nos treinamentos e indique a melhor maneira de se pedalar. Por isso converse com seu treinador, perca um pouco de tempo nos treinos para prestar a atenção na pedalada e faça muita força nos pedais.

www.ativo.com

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin