Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 25/07/2011 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

1o. ouro brasileiro no Mundial de Desportos Aquáticos

Ana Marcela, 19 anos, vencedora da prova mais longa da maratona aquática, 25km.

Xangai, China. A baiana Ana Marcela Cunha, de 19 anos, ganhou a primeira medalha brasileira da natação brasileira no Mundial de Xangai, na China. Ela venceu após cinco horas e meia de prova – a mais longa da maratona aquática – na praia de Jinshan.

Marcela conquistou a maratona aquática de 25 Km em 5h29m22s9. A medalha de prata ficou com a alemã Angela Maurer (5h29m25), e a de bronze, com a italiana Alice Franco (5h29m30s).

A brasileira havia tido uma decepção no primeiro dia de competição na China. Ela terminou os 10 Km da maratona em 11º, perdendo a vaga para as Olimpíadas de Londres de 2012 por uma posição: as atletas até o 10º lugar foram classificadas.

O Brasil não disputava os 25 km desde o Mundial de 2005. Ana Marcela havia dito que queria participar da competição após o Mundial de Roma de 2009. “Nunca nadei tanto e nem treinei tanto na minha vida de atleta, mas tudo tem a primeira vez, e a gente escolha a hora. Depois do Mundial de Roma, eu disse que queria nadar os 25 Km no próximo e vamos ver qual a sensação, se é de dor, desespero. Acho que vai precisar de muita calma, paciência. Isso é o que vai contar”, afirmou.

Marcela disse que, durante a prova, procurou pensar em músicas para driblar a dor, o cansaço e o calor.

Marcela conquistou a maratona aquática de 25 Km em 5h29m22s9. A medalha de prata ficou com a alemã Angela Maurer (5h29m25), e a de bronze, com a italiana Alice Franco (5h29m30s).

A brasileira havia tido uma decepção no primeiro dia de competição na China. Ela terminou os 10 Km da maratona em 11º, perdendo a vaga para as Olimpíadas de Londres de 2012 por uma posição: as atletas até o 10º lugar foram classificadas.

O Brasil não disputava os 25 km desde o Mundial de 2005. Ana Marcela havia dito que queria participar da competição após o Mundial de Roma de 2009. “Nunca nadei tanto e nem treinei tanto na minha vida de atleta, mas tudo tem a primeira vez, e a gente escolha a hora. Depois do Mundial de Roma, eu disse que queria nadar os 25 Km no próximo e vamos ver qual a sensação, se é de dor, desespero. Acho que vai precisar de muita calma, paciência. Isso é o que vai contar”, afirmou.

Marcela disse que, durante a prova, procurou pensar em músicas para driblar a dor, o cansaço e o calor.

Fonte: Diário do Nordeste

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

Highslide for Wordpress Plugin