Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 02/04/2009 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Consumo máximo de oxigênio em corredores de endurance

Existe consenso na literatura sobre o fato do consumo máximo de oxigênio (VO2max) ser a variável fisiológica que melhor descreve a capacidade funcional dos sistemas cardiovascular e respiratório.

Conceitualmente, o VO2max pode ser definido como o nível máximo de captação (pulmões), transporte (coração e vasos) e utilização do oxigênio (principalmente pelos músculos), para a produção aeróbia de energia durante exercício dinâmico envolvendo grande massa muscular corporal.

A realização de exercícios de média e longa duração é dependente principalmente do metabolismo aeróbio. Assim, uma das variáveis mais utilizadas para avaliar a capacidade humana de realizar exercícios aeróbios é o VO2max. Este índice tem sido considerado um determinante fisiológico importante da performance de corredores de endurance.

Os valores de VO2max apresentam grande variação entre indivíduos que possuem diferentes níveis de aptidão aeróbia. Em indivíduos jovens sedentários e aparentemente saudáveis, os valores de VO2max geralmente variam entre 40 e 50ml.kg-1.min-1.

Entretanto, em corredores de média e longa distância esses valores são expressos entre 68 a 77ml.kg-1.min-1 e 75 a 85ml.kg-1.min-1, respectivamente. Esses altos valores de VO2max observados em corredores de endurance são, provavelmente, resultantes de uma combinação de aspectos relacionados à genética e ao treinamento.

Em atletas de alto nível, tem sido destacado que valores elevados de VO2max são fatores importantes para o sucesso em provas de média e longa duração. Entretanto, embora os corredores de endurance tenham altos valores de VO2max, o nível de importância e os percentuais utilizados desse índice são diferentes para as provas de média e longa distância.

Como destacado anteriormente, os corredores de média distância apresentam valores de VO2max menor que os corredores de longa distância, no entanto, competem em um alto percentual do VO2max e consomem uma grande quantidade de energia por unidade de distância durante a prova.

Geralmente, as provas de média distância são corridas em intensidades máximas (no VO2max) e supramáximas (acima do VO2max), enquanto provas de longa distância são disputadas em intensidades que variam freqüentemente entre 75% e 95% do VO2max.

Embora o VO2max é o parâmetro fisiológico que melhor expressa a aptidão cardiorrespiratória do indivíduo, este índice tem apresentado pouco poder discriminatório da performance em atletas de alto nível, denotando, assim, a necessidade de identificação de outros índices fisiológicos que possam melhor predizer o desempenho esportivo e auxiliar na prescrição e no controle do treinamento.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin