Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 04/02/2008 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Braços na corrida

Prolongamento de nosso corpo, os braços exercem função importante no movimento dinâmico da corrida. Se você pensou que deve apenas dar atenção aos membros inferiores está enganado. Correr é um conjunto de atos em que o organismo inteiro trabalha para fazer o corpo vencer distâncias

Na hora de correr, tudo é importante, inclusive os braços. Os braços são fundamentais para a pessoa ter equilíbrio na corrida, além de ajudar a ditar o ritmo na hora da corrida, Diz Rafael Leitão um dos sócios da Zona Alvo.
Segundo ele, com os braços executando corretamente os movimentos, a corrida flui de maneira melhor. “Fica mais fácil correr usando adequadamente os braços. É só analisarmos a corrida desmembrada e avaliar como devem agir os braços.”
O movimento dos braços tem que ser antero-posterior. “Quando acontece movimento diverso desse, como o latero-lateral, o corredor passa a girar o tronco, em vez de apenas se concentrar nos braços, perdendo, assim, o equilíbrio e a performance.”
Teoricamente, os braços se movimentam simultaneamente. Por exemplo: enquanto a palma do braço direito está na altura do peito do corredor, o cotovelo do braço esquerdo vai o máximo para trás, formando um ângulo de 90º.

Força x técnica
Aprendendo a utilizar os braços corretamente você ira poupar forças que serão indispensáveis nos finais de treinos e provas.

Cérebro atento
Nunca devemos fazer exercícios de técnica após os treinamentos. “Isso porque nosso sistema neural estará cansado e as informações de coordenação serão menos receptíveis”, avisa Rafael Leitão. “O ideal é utilizar os educativos logo apos o aquecimento.”

Sempre corrigindo
A percepção corporal deve ser muito aguçada para uma pessoa conseguir se corrigir sozinha. “Sempre que fazemos técnica com os atletas encontramos alguma falha, algum ponto que deve ser melhorado e alterado em prol da performance e do melhor aproveitamento do movimento. Sozinho, será mais difícil, já que há detalhes que não são percebidos”, explica o técnico.

Braços na inclinação
Subida – nas subidas, o uso do braço torna-se ainda mais necessário e constante. Para o corredor não travar ladeira acima é necessário mais rigor na movimentação, que ajudará no equilíbrio e na impulsão para a frente.
Descida – ao contrário das subidas, nas inclinações ladeira abaixo, os braços atuam menos rigorosamente, mas são fundamentais para manter o corpo na posição ereta, sem ser jogado demasiadamente à frente.
Corrida de velocidade – movimentação mais ampla dos braços.
Meio fundo e fundo – os braços seguem muito o tipo e a intensidade de corrida. Se, nas corridas de velocidade, são mais agressivos, nas de fundo e meio fundo, devem seguir a cadência da corrida.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Highslide for Wordpress Plugin