Esqueceu a senha? Sistema antigo
expand Área do Aluno


Publicado em 16/11/2010 por Zonaalvo Assessoria Esportiva

Zonaalvo na Prova de MTB mais difícil do Brasil

Rafael Chaves e Alison estão na prova de MTB mais difícil do Brasil

Após grande expectativa começou a primeira edição da Claro Brasil Ride, ultramaratona de mountain bike com 565 km de prova com mais de 11 mil metros de ascenção – subidas acumuladas – pela Chapada Diamantina – Bahia.

“A competição com 6 dias debutou na Bahia”, disse o organizador Mário Roma que desejou as boas-vindas, em referência ao prólogo realizado no domingo – 14 de novembro – com percurso de “apenas” 13 km de extensão que testou as habilidades dos ciclistas ao redor da cidade de Mucugê/BA.

“O percurso tem um pouco de tudo: pedras, areia, travessia de rio, enfim, é um aperitivo do que virá pela frente, ” descreveu Flávio Ito “Gonga”, diretor de durante o jantar de abertura do evento que reune cerca de 300 esportistas de 12 países para o maior desafio em bicicleta já realizado em solo brasileiro.

A largada da tomada de tempo para formação do grid de largada para próxima etapa foi dada pontualmente ao meio dia com intervalo de 1 minuto entre as equipes separadas em quatro categorias (masculino, feminino, misto e máster).

A primeira equipe na pista foi com placa número 1, Team Cannondale Factory Racing / Bischi, formada pelos ciclistas suíços Martin Gujan e Cristof Bischop. “Meu parceiro caiu no início e perdemos alguns segundos. Depois tivemos que acelerar bastante no percurso bem técnico com muitas pedras. Foi muito duro”, comenta Martin Gujan, um dos atletas ilustres da Claro Brasil Ride.

A população compareceu em peso para prestigiar a largada da prova. “As pessoas são incríveis. Foi ótimo tudo isso, me senti como se estivesse correndo o Tour de France com todo esse apoio da torcida. Muito obrigado,” elogiou Renata Bucher, da Suíça devido a grande presença do público, principalmente dos alunos da escola municipal Anatalino Medrado que formaram no gramado da base a palavra Mucugê.

Entre as equipes brasileiras, uma das esperanças é a Scott/Proshock/Vzan/Shimano, com Edivando Cruz e Odair Pereira, que pedalaram muito forte neste primeiro dia. “Hoje foi uma pista curta com todo tipo de técnica que deixa a prova mais divertida do que ficar apenas rodando. Tivemos que sair da bike, descer pedras, acho que isso é muito bacana. Foi um aperitivo praticamente, apenas uma demonstração de todo mundo. Essa é a primeira vez que corremos em dupla e tem essa questão de entrar em harmonia. Foi bem legal para nós o primeiro dia, independente do resultado, ainda temos 5 dias pela frente e ainda tem muita coisa boa pela frente”, relatou Edivando Cruz.

Hoje os atletas partem para a etapa mais longa da competição com percurso de 140km entre Mucugê e Rio de Contas, com 3372 metros de altimetria.

Compartilhe

Deixe o seu comentário

Artigos Relacionados

Highslide for Wordpress Plugin